Vale a pena terceirizar a gestão tributária da sua empresa?

Vale a pena terceirizar a gestão tributária da sua empresa?

A função de um gestor de empresas é ter um processo de tomada de decisão efetivo e muito assertivo. Assim, ao terceirizar a gestão tributária a tendência é que o profissional tenha tempo de dedicar-se a gestão do negócio.

O próprio ambiente de negócios é dinâmico e atualmente muda a toda hora, exigindo que gestor acompanhe essas mudanças. Logo, é melhor que o profissional use a sua vocação para isso e não para uma função diferente.

Certamente que os pontos devem ser explicados com mais atenção e o texto se propõe a fazer justamente isso. Entender que terceirizar a gestão tributária seja um caminho não é complicado e a seguir confira os motivos.

A função de um gestor de empresas é ter um processo de tomada de decisão efetivo e muito assertivo. Assim, ao terceirizar a gestão tributária a tendência é que o profissional tenha tempo de dedicar-se a gestão do negócio.

O próprio ambiente de negócios é dinâmico e atualmente muda a toda hora, exigindo que gestor acompanhe essas mudanças. Logo, é melhor que o profissional use a sua vocação para isso e não para uma função diferente.

Certamente que os pontos devem ser explicados com mais atenção e o texto se propõe a fazer justamente isso. Entender que terceirizar a gestão tributária seja um caminho não é complicado e a seguir confira os motivos.

Afinal, por quais razões que terceirizar a gestão tributária é a melhor opção para a organização?

Como você sabe, a organização é um grande sistema e é dividida em subsistemas, cada um com a sua atribuição. Dessa forma, é primordial buscar inserir os profissionais nas áreas que possam elevar a própria produtividade.

A princípio, é essencial entender as razões pelas quais terceirizar a gestão tributária seja a melhor alternativa. Os próximos tópicos mostrarão que o caminho mais interessante é investir cada vez mais na qualidade profissional.

1.    Não aumenta os custos da organização

De antemão, contratar profissionais para formar um departamento tributário pode elevar bastante os custos dessa empresa. Da mesma maneira, é válido conhecer os mais comuns e a seguir veja como o passivo pode ser alterado:

  • 13º salário;
  • Adicionais;
  • Férias;
  • FGTS (trabalhistas);
  • Horas extras;
  • Imposto de renda retido na fonte (tributário);
  • INSS (previdenciário).

A folha de pagamento tem condições de tornar-se um ônus elevado para a empresa e não é algo muito positivo. De que adianta um setor previdenciário, senão for para melhorar a economia com os gastos ligados aos tributos?

Desde já, terceirizar a gestão tributária consegue reduzir bastante os custos e por isso é a indicação mais comum. Ao mesmo tempo, ainda cumpre o propósito principal do setor tributário, ou seja, não aumentar o passivo da empresa.

2.    Diminuí a chance de sofrer com processos de várias origens

O aumento do custo pode possibilitar que a empresa comece a sofrer com processos trabalhistas e esse fato não é positivo. Muitos ex-funcionários podem começar a processar a empresa e o desejo é ligado ao fato de “ganhar dinheiro”.

Existe o risco de deixar algum imposto sem ser pago e acabar por sofrer com processos de várias origens. Por essa razão, que a terceirização é um caminho e traz muito mais profissionalismo para essa organização em questão.

3.    Terceirizar a gestão tributária traz mais especialização para a organização

À primeira vista, a generalização do trabalho pode a oferecer outra desvantagem e trata-se de não ter tal especialização. Em suma, alguém que não tenha capacitação voltada para o setor tributário pode prejudicar a empresa.

O principal é evitar que os custos sejam elevados e terceirizar a gestão tributária é uma medida eficaz para esse fato. Igualmente, dá para ter muito profissionalismo, melhores resultados e um nível elevado de especialização.

 

Retornar Página Inicial: Loureiro Contabilidade

Leandro Loureiro

Escritório de Contabilidade em Vitória ES